sábado, 23 de Maio de 2009

O TRATADO DE SIMULAMBUCO

cabinda2: Cabinda - Simulambuco: celebrating the Portuguese protectorate - Neste lugar de Simulambuco, foi assinado em 1 de Fevereiro de 1885 o Tratado que integrou o território de Cabinda na nação Portuguesa (photo by FLEC) - (c) Travel-Images.com - Stock Photography agency - Image Bank
..."Nós,abaixo assinados, príncipes e governadores de Cabinda, sabendo que na Europa se trata de resolver, em conferência de embaixadores de diferentes potências, questões que directamente dizem respeito aos territórios da Costa Ocidental de África,e, por conseguinte, do destino dos seus povos, aproveitamos a estada nêste porto da corveta portuguesa "Rainha de Portugal", a-fim-de em nossos nomes e no dos povos que governamos pedirmos ao seu comandante, como delegado do Govêrno de Sua Majestade Fidelíssima, para fazermos e concordarmos num tratado pelo qual fiquemos sob o protectorado de Portugal, tornando-nos, de facto, súbditos da corôa portuguesa, como já o éramos por hábitos e relações de amizade. E, portanto, sendo de nossa inteira, livre e plena vontade que de futuro entremos nos domínios da corôa portuguesa, pedimos ao Exmo Sr.Comandante da corveta portuguesa para aceder aos nossos desejos e dos povos que governamos, determinando o dia,onde, em sessão solene, se há-de assinar o tratado que nos coloque sob a protecção da bandeira de Portugal." ----

---..."Escrito em reunião dos príncipes abaixo assinados, no lugar de Simulambuco, aos 22 de Janeiro de 1885."
..."Sinal em + de Ibiala Mamboma, Rei representante da regência; sinal em + da princesa Maria Simbo Mambuco; (a) Manuel José Puna (mais tarde Barão de Cabinda); sinal em + do príncipe Iambo Franque, governador de Chinga; sinal em + do príncipe Jack,governador de Buco-Sinto; sinal em + de Fernando Mengas, filho do príncipe Jack; sinal em + de King Jack, príncipe; sinal em + do príncipe King Faine; sinal em + de Fernando Sonça, governador do Povo-Grande; sinal em + do Mongovo Velho, dono do povo grande; sinal em + do Mongovo Mamgombe, governador de Siamona; sinal em + de Betti Jack, governador de Cai;(a)Manuel Bonzela Franque, governador de Pôrto-Rico e Mambu; (a) Francisco Rodrigues Franque,governador de Pernambuco e Vitória; sinal em + do Massabo; sinal em + de Machimbe Mafuca Franque ; sinal em + do príncipe Muan Sambi Linguister de Francisco Franque."
..."Reconhecem as assinaturas e sinais como sendo dos próprios, por os terem visto fazer,(aa) Vicente Puna, João Puna, João Barros Franque e Guilherme Franque."
..."Guilherme Augusto de Brito Capello, capitão tenente da Armada, comandante da corveta "Rainha de Portugal", comendador de Aviz e Cavaleiro de várias ordens, autorizado pelo govêrno de Sua Magestade Fidelíssima El-Rei de Portugal, satisfazendo os desejos manifestados pelos prínicpes de Cabinda em petição devidamente por êles assinada, em grande fundação concluiu com os referidos príncipes, governadores e chefes abaixo assinados, seus sucessores e herdeiros, o seguinte:" -
..."Artigo 1º -- Os príncipes e mais chefes do país e seus sucessores declaram, voluntariamente, reconhecer a soberania de Portugal, colocando-se sob o protectorado desta nação todos os territórios por êles governados."..."Artigo 2º -- Portugal reconhece e confirmará todos os chefes que forem reconhecidos pelos povos segundo as suas leis e usos, prometendo-lhes auxílio e protecção."..."Artigo 3º -- Portugal obriga-se a fazer manter a integridade dos territórios colocados sob o seu protectorado"...
...................................................
--- (Extraído da obra "NÓS,OS CABINDAS", de D.DOMINGOS JOSÉ FRANQUE (príncipe negro "Boma-Zanei-N´Vimba")-- (pgs. 9/27) - Editora ARGO - Lisboa - 1940 --
................. (Para uma mais completa informação consultar na Internet :
http://cabinda.hostingwithu.com/Cabindas.html
cabinda.org/historia.htm

ccp.home.sapo.pt/Tratado_Simulambuco.htm

http://www.scribd.com/doc/12397135/Candomble-Cambindas

Sem comentários: